Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sapocris

sapocris

27
Set22

Como Se Fôssemos Vilões

sapocris

300x.webp

Éramos sete nessa altura, sete almas fulgurantes com futuros prodigiosos à nossa frente. Estávamos sempre rodeados por livros e palavras e poesia, todas as paixões ferozes do mundo…

Oliver Marks era um jovem ator a estudar Shakespeare numa escola de artes de elite, um sítio mágico, isolado e elegante onde o calor ainda provinha da lareira e as palavras se guardavam entre capas de couro. Oliver cedo reparou no quanto os seus colegas se assemelhavam na vida real aos papéis que assumiam em palco - o vilão, o herói, o tirano, a sedutora.

Ele, porém, parecia condenado a representar personagens secundários. Mas quando os professores decidiram agitar as águas e trocar a ordem pré-estabelecida, a rivalidade amigável depressa deu lugar a sentimentos mais mesquinhos, e a ação ultrapassou a esfera do teatro… para culminar numa trágica morte em plena noite de estreia.

Dez anos passaram, e Oliver acaba de cumprir pena de prisão pelo assassinato de um dos seus melhores amigos. À sua espera está o homem responsável pela sua detenção, que não desiste de saber o que realmente aconteceu. Pois algo naquela história não bate certo… Estará Oliver finalmente preparado para contar e verdade?

Romance de estreia de M. L. Rio, este thriller psicológico foi considerado um dos Melhores do Ano pela revista Bustle. Carta de amor a Shakespeare, perturbante intriga de traição, loucura e obsessão, Como se Fôssemos Vilões explora a ténue linha que separa a vida da arte.

 

M. L. Rio

 

M. L. Rio é escritora, mas antes disso foi atriz, e antes ainda era um rato de biblioteca, sempre agarrada aos livros. Tem um mestrado em Estudos de Shakespeare, pelo King’s College, em Londres. Neste momento encontra-se a tirar o doutoramento em Literatura Inglesa Moderna na Universidade de Maryland. Vive em Washington D. C., e faz-se acompanhar frequentemente pelo seu rafeiro, Marlowe. Como Se Fôssemos Vilões é o seu romance de estreia.

 

27
Set22

Café de Gatos

sapocris

502x.webp

SINOPSE
 

Susann está prestes a partir para Itália numas férias que poderão ser as últimas. Quando regressar, vai submeter-se a uma cirurgia que a impedirá de viajar durante muito tempo. É agora ou (provavelmente) nunca. Mas a ideia de deixar a sua querida gata Mimi com estranhos deixa-a desconsolada. É então que se lembra de Leonie, a vizinha com quem se dá tão bem. Estará a jovem professora disposta a aceitar o seu pedido? Com certeza que sim, afinal, a Mimi é um amor…

Leonie está familiarizada com as excentricidades das outras pessoas (principalmente se forem homens franceses), não com as de pequenos animais de estimação. Mas quando Susann lhe expõe o seu plano, ela não consegue recusar, pois tem a sensação de que a felicidade da vizinha depende demasiado daquela viagem.

Mas Leonie rapidamente percebe que ela e Mimi não fazem uma boa dupla: a gata parece fazer de propósito para tornar a sua vida num inferno, desde personalizar o sofá a destruir os frascos de verniz Chanel. E quando Susann decide prolongar as férias, Leonie entra em pânico e recorre a Maxie, a sua melhor amiga, que acaba de abrir um café. Pois Maxie também não consegue recusar um pedido de ajuda e aceita ficar com a gata. E é assim que Mimi e os seus bebés (sim, Susann vai ter uma surpresa…) tomam o café de assalto.

A vida destas três mulheres (e do café) não voltará a ser a mesma.

Porque a Mimi sabe o que nós humanos apenas intuímos: um gato muda tudo - para melhor, obviamente.

 

Charlie Jonas

 

Charlie Jonas é o pseudónimo de uma jornalista alemã louca por gatos. Vive em Colónia, perto de Lenauplatz, o cenário do seu livro. Foi buscar a sua inspiração para escrever Café de Gatos ao acolhedor Otis & Clementine’s Books and Coffee em Halifax, no Canadá, que reúne as melhores coisas do mundo: livros, café e gatos.

27
Set22

Pai Rico, Pai Pobre

sapocris

300x.webp

SINOPSE
 

Em 1997, o livro Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki, surpreendeu os leitores ao simplificar a linguagem financeira e apresentar métodos eficazes de gestão das finanças pessoais. O livro tornar-se-ia um êxito em todo o mundo, incluindo Portugal, e um dos bestsellers mais duradouros na história do New York Times.
Este livro é a continuação da primeira obra de Robert Kiyosaki, focando-se na importância da educação financeira. Muitas pessoas acreditam que é preciso ter dinheiro para gerar dinheiro, mas isso não é verdade. Lembre-se sempre de que pode perder dinheiro em qualquer investimento, mesmo nos que são considerados pouco arriscados. É preciso saber investir.
Não são as ações, o ouro, os imóveis, o trabalho árduo ou o próprio dinheiro que o tornam uma pessoa rica; é, antes, o que conhece sobre tudo isso e a forma como gere os seus rendimentos. No contexto atual de turbulência económica, a sua inteligência financeira - o seu QI Financeiro - é a chave para multiplicar a sua riqueza.
Com este livro, terá todas as ferramentas e indicações para entrar no caminho certo para o sucesso e plena liberdade financeira.

 

Robert T. Kiyosaki

 

Robert Kiyosaki desafiou e mudou a forma como milhões de pessoas, um pouco por todo o mundo, pensam sobre dinheiro e finanças pessoais. As perspetivas que defende sobre dinheiro e investimento contrariam a sabedoria convencional, e valeram-lhe já a reputação de irreverente, corajoso e direto.

Autor e conferencista motivacional, Robert Kiyosaki é mundialmente conhecido como defensor da educação financeira. É o fundador da Rich Dad Company, co-criador do jogo educativo CASHFLOW®, e autor de diversos livros bestsellers, dentre os quais se destaca este Pai Rico, Pai Pobre, o livro de finanças pessoais mais vendido em todo o mundo. Entre os restantes livros que escreveu, todos eles de grande êxito, estão Conspiracy of The Rich: The 8 New Rules of Money, Unfair Advantage e Why We Want You To Be Rich—Two Men—One Message, escrito em coautoria com Donald Trump, e que subiu diretamente ao primeiro lugar do top do New York Times.

Kiyosaki já participou em alguns dos mais importantes programas da televisão americana, como Larry King Live, Oprah, The Doctors, Bloomberg International Television e CNN.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    Em destaque no SAPO Blogs
    pub