Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

sapocris

sapocris

28
Jan20

Uma Educação

sapocris

350x.jpg

SINOPSE
 

Tara Westover cresceu a preparar-se para o Fim dos Tempos, para ver o Sol escurecer e a Lua pingar, como que de sangue. Passava o verão a conservar pêssegos e o inverno a cuidar da rotatividade das provisões de emergência da família, na esperança de que, quando o mundo dos homens falhasse, a sua família continuasse a viver.
Não tinha certidão de nascimento e nunca pusera um pé na escola. Não tinha boletim médico, porque o pai não acreditava em médicos nem em hospitais. Não havia quaisquer registos da sua existência.
O pai foi ficando cada vez mais radical com o passar do tempo, e o seu irmão, mais violento. Aos dezasseis anos, Tara decidiu educar-se a si própria. A sua sede de conhecimento haveria de a levar das montanhas do Idaho até outros continentes, a cruzar os mares e os céus, acabando em Cambridge e Harvard. Só então se perguntou se tinha ido demasiado longe. Se ainda podia voltar a casa.

Uma Educação é a história apaixonante de uma mulher que se reinventa. Mas é também uma história pungente de laços de família e de dor quando esses laços são cortados. Com o engenho dos grandes escritores, Tara Westover dá forma, a partir da sua experiência singular, a uma narrativa que vai ao cerne do que é a educação e do que ela nos pode oferecer: a perspetiva de ver a vida com outros olhos e a vontade de mudarmos.

TARA WESTOVER

Tara Westover é uma autora americana que vive no Reino Unido. Nascida no Idaho, filha de um pai que se opunha à educação pública, nunca frequentou a escola. Passou os dias a trabalhar no ferro-velho do pai ou a cozinhar para a mãe, uma herdeira e parteira autodidata. Tinha dezassete anos quando entrou numa sala de aulas pela primeira vez, e esse foi um ambiente que desde logo a atraiu. Licenciou-se pelo Trinity College, em Cambridge, em 2009, e no ano seguinte foi professora convidada pela Universidade de Harvard. Mais tarde, regressou a Cambridge, onde, em 2014, se doutorou em História.

 

22
Jan20

O que sabe o vento

sapocris

350x (1).jpg

SINOPSE

«Só o vento sabe o que verdadeiramente vem primeiro.»

Anne Gallagher cresceu encantada pelas histórias do avô acerca da Irlanda. Destroçada pela morte dele, viaja até à sua casa de infância para espalhar as cinzas do avô no lago Lough Gill. Aí, invadida pelas lembranças do homem que adorava e consumida pela história que nunca conheceu, vê-se levada para uma outra época.

A Irlanda de 1921, à beira de uma guerra civil, é um sítio turbulento e instável… Mas é lá que Anne inesperadamente desperta, desorientada, ferida e ao cuidado do Dr. Thomas Smith, o homem que a resgatou do invulgar acidente que sofreu e que é tutor de um rapazinho que lhe é estranhamente familiar. Confundida por todos como a mãe perdida do rapaz, Anne adota a sua identidade, convencida de que o desaparecimento dessa mulher está ligado ao seu.

Com a tensão a escalar no país, levando Thomas a juntar-se à luta pela independência da Irlanda, Anne vê-se arrastada para o confl ito e percebe que vai ter de decidir se estará disposta a desistir da vida que conhecia por um amor que nunca pensou vir a encontrar. Mas será mesmo dela a escolha?

Numa inesquecível história de amor, a viagem impossível de uma mulher através de décadas pode mudar tudo…

 

Amy Harmon é uma autora norte-americana cujo nome consta das listas de bestsellers do Wall Street Journal, do USA Today e do New York Times.
Com um talento aguçado para criar narrativas únicas e encantadoras, já viu os seus livros traduzidos para 17 línguas, sendo reconhecida mundialmente.

 

22
Jan20

Recomeçar

sapocris

350x.jpg

SINOPSE

Recomeçar atravessa fronteiras e épocas para nos falar de perdas, coragem, segundas oportunidades e reconstrução. Uma história luminosa que desenrola intrigas imprevistas, amores entrecruzados e personagens cheias de paixão e humanidade.

Blanca é professora, com uma carreira consolidada, dois filhos jovens. A braços com o fracasso do seu casamento, decide deixar a sua atual vida para trás e ruma a Santa Cecília, na Califórnia, com a missão de organizar o espólio deixado por Andrés Fontana à Universidade; fechada num sótão sombrio, Blanca vê-se a braços com uma tarefa aparentemente hercúlea e cinzenta, mas que acabaria por revelar-se uma empreitada emocionante.

Amores cruzados, certezas e interesses silenciados que acabam por vir à tona, viagens de ida e volta entre Espanha e EUA, entre o presente e o passado de duas línguas e dois mundos em permanente reencontro.

 

Doutorada em Filologia Inglesa, Maria Dueñas é professora titular da Universidade de Murcia depois de ter já passado pela docência em várias universidades norte-americanas. É autora de trabalhos académicos e de muitos projetos educativos, culturais e editoriais.
Maria Dueñas nasceu em Puertollano (Ciudad Real) em 1964, é casada, tem dois filhos e reside em Cartagena.
O Tempo entre Costuras foi o seu primeiro romance, publicado pela Porto Editora, tendo sido adaptado à televisão, e exibido em Portugal pela TVI.

22
Jan20

O Apicultor de Alepo

sapocris

350x.jpg

SINOPSE

Nuri é apicultor; a sua mulher, Afra, uma artista. Vivem uma vida simples, com uma bela família e amigos, na bonita cidade Síria de Alepo. Até que o impensável acontece. Quando tudo aquilo que lhes importa é destruído pela guerra, são forçados a fugir.

Mas aquilo que a Afra viu é tão horrível que ela fica cega, e por isso embarcam numa perigosa viagem pela Turquia e Grécia, até ao futuro incerto no Reino Unido. Na travessia, o Nuri agarra-se à esperança de reencontrar o seu primo Mustafa, e sócio nos negócios, que criou apiários na Inglaterra e que ensina apicultura aos refugiados em Yorkshire. Nuri e Afra viajam por um mundo despedaçado e têm de confrontar a indizível dor da sua perda, enquanto enfrentam perigos que assustariam a mais corajosa das almas.

Acima de tudo — e talvez esta seja a coisa mais difícil que eles enfrentam —, têm de se encontrar um ao outro. Comovente, poderoso, escrito com enorme beleza e compaixão, O apicultor de Alepo é um testemunho do triunfo do espírito humano. Contado de uma forma clara, é o tipo de livro que nos recorda o poder das boas histórias.

 

Christy Lefteri cresceu em Londres e é filha de refugiados cipriotas. É professora de escrita criativa na Universidade de Brunel. O Apicultor de Alepo teve origem no seu trabalho como voluntária num centro da Unicef de apoio aos refugiados em Atenas. Livro inspirado na sua história de vida.

 

22
Jan20

Conflito Interno

sapocris

350x.jpg

"Conflito Interno" é antes de mais a história de uma família, uma família de três irmãos orfãos, que viram a sua vida mudada para sempre no momento em que o pai partiu para se juntar aos jihadistas afegãos durante a guerra fria, e que nunca regressou. Esta partida altera para sempre a vida dos gémeos Aneeka e Parvaiz, e da sua irmã mais velha Isma. Shamsie, ao contar a história desta família conta também a história de uma religião para sempre associada ao fanatismo, do terrorismo a ele associado, dos que dele fazem parte, e dos que querem sair. Um livro atual e profundamente comovente.

 

Kamila Shamsie é autora de cinco romances: In the City by the SeaKartography (ambos nomeados para o John Llewellyn Rhys Prize), Salt and SaffronBroken Verses e Sombras Queimadas, que foi finalista do Orange Prize for Fiction e está traduzido em mais de 20 línguas. Três dos seus romances foram distinguidos com prémios da Academia de Letras do Paquistão. A autora é membro da Royal Society of Literature, tendo sido incluída pela revista Granta na categoria Best of Young British Novelists em 2013. Kamila cresceu em Carachi e vive atualmente em Londres.